Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Trabalhando com a idade

Equipe BR Político

“A maioria das nações enfrenta um rápido declínio demográfico, à medida que as taxas de natalidade diminuem e as de longevidade aumentam. O Brasil, por exemplo, perdeu em 2018 seu bônus demográfico, ou seja, a situação em que os habitantes em idade de trabalho (dos 15 aos 64 anos) superam os dependentes – os idosos e crianças. Como resposta a esse desafio, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) vem promovendo uma série de estudos. O mais recente, Trabalhando Melhor com a Idade, discute como os governos podem fomentar mais e melhores oportunidades de trabalho para profissionais na terceira idade.

Casal na terceira idade. OCDE promove estudos sobre como governo pode fomentar melhores trabalhos para terceira idade

Foto: Pixabay

Para abordar o problema por todos os seus ângulos, a OCDE propõe que os governos atuem em três áreas principais. Em primeiro lugar, é preciso fortalecer os incentivos ao trabalho em idades avançadas. Uma das recomendações é a flexibilização do processo de aposentadoria, de modo que ele possa ser realizado em fases que combinem gradativamente pensões com renda de trabalho e eventuais bônus para quem segue trabalhando em idade avançada. Concomitantemente, é preciso restringir a margem para as aposentadorias precoces que encorajam os profissionais a deixar o trabalho enquanto ainda estão em boas condições.”

Diz trecho de editorial do Estadão desta terça-feira, 10.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

OCDETrabalhoemprego