Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tragédia deve frear ‘libera geral’ ambiental

Vera Magalhães

A tragédia em Brumadinho mostra o quanto o Brasil está despreparado para um ciclo de crescimento com responsabilidade social e ambiental, e deve servir para frear, ao menos por ora, a sanha por liberação geral da legislação e do arcabouço de fiscalização na área liberal, analisa Cida Damasco no Estadão. “O novo presidente do Ibama, Eduardo Bim, por exemplo, já havia se manifestado a favor do licenciamento automático para o agronegócio. E o novo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, defende uma espécie de “autodeclaração” das próprias empresas para a liberação de algumas obras. Claríssimo que, sob o impacto de Brumadinho, todos pensarão duas vezes antes de encaminhar propostas nessa direção. Pelo menos até que Brumadinho e Mariana sejam jogados para o canto da memória”, escreve.