Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

TRE decide que primeiro turno em Macapá ocorrerá em 13 de dezembro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O primeiro turno das eleições municipais da capital do Amapá, Estado que sofre há mais de dez dias com um apagão elétrico, deve ocorrer apenas daqui um mês, no dia 13 de dezembro, definiu o Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-AP) nesta sexta-feira, 13. O segundo turno, deve ser depois do Natal, no dia 27 de dezembro, data limite para que ocorra o pleito, de acordo com a legislação eleitoral. As datas ainda deverão ser chanceladas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Distribuição de água em meio ao apagão em comunidade na região metropolitana de Macapá

Distribuição de água em meio ao apagão em comunidade na região metropolitana de Macapá Foto: Dida Sampaio/Estadão

Por conta do apagão e da incerteza se a energia terá retornado completamente até este domingo, quando está marcado o primeiro turno no País, na quinta, o TSE confirmou a decisão do presidente da Corte, Luis Roberto Barroso, de suspender a eleição em Macapá “até que se restabeleçam as condições materiais e técnicas para a realização do pleito com segurança da população”.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), vinha pedindo o adiamento da eleição que seu irmão, Josiel Alcolumbre (DEM), disputa. Josiel é líder nas intenções de voto na capital amapaense e viu suas intenções de votos caírem 9 pontos na última pesquisa Ibope em meio ao apagão que acomete o Estado.

Nesta sexta, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) questionou a decisão do adiamento apenas na capital. O apagão atinge 13 municípios.

Tudo o que sabemos sobre:

MacapáTREeleição 2020apagão