Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

TRF-4 mantém condenação de Lula no caso do sítio de Atibaia

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou nesta quarta-feira, 6, os recursos da defesa do ex-presidente Lula no caso do sítio de Atibaia e manteve a sentença proferida em novembro, de prisão de 17 anos e 1 mês. Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Com a decisão, o ex-presidente tem sua segunda sentença em segundo grau na Lava Jato. 

O ex-presidente Lula

O ex-presidente Lula Foto: Adriano Machado/Reuters

O julgamento foi realizado por plenário virtual por desembargadores da 8ª Turma do TRF-4. A primeira condenação do ex-presidente foi no caso do triplex do Guarujá, em que Lula foi condenado a nove anos de prisão, período já parcialmente cumprido quando esteve preso entre abril de 2018 e novembro do ano passado. No fim de 2019, o STF reviu a decisão sobre prisão depois de condenação em segunda instância, e o ex-presidente passou a responder em liberdade até esgotarem os recursos.

A condenação de Lula no processo do sítio de Atibaia em primeira instância ocorreu em  fevereiro de 2019 pela 13.ª Vara Federal em Curitiba. O processo aponta que Lula recebeu cerca de R$ 1 milhão em propina via reformas do sítio feitas pelo pecuarista José Carlos Bumlai, pela Odebrecht e pela OAS.