Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Trump diz ser ‘muito estranha’ virada de Biden em estados-chave

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Com a virada de Joe Biden nos estados-chave de Michigan e Wisconsin, o presidente Donald Trump reiterou nesta tarde de quarta, 4, suas desconfianças na apuração dos votos desta eleição presidencial nos Estados Unidos. Até o momento, o democrata tem 248 votos e o republicano, 214, no Colégio Eleitoral, onde são necessários 270 para ser declarada vitória. A disputa está acirrada na Pensilvânia, Carolina do Norte, Nevada e Geórgia.

“Na noite passada eu liderava, geralmente de forma concreta, em vários dos estados decisivos e em quase todas as instâncias que os democratas competiram e controlam. Então, um a um, eles começaram a magicamente desaparecer conforme votos despejados de surpresa eram contados. MUITO ESTRANHO, e os “pesquisadores” entenderam completa & historicamente errado!”, escreveu o republicano no Twitter.

Trump se declarou vencedor pela manhã e anunciou que fará um discurso da vitória pela noite. Após o resultado em Michigan, a campanha de Trump informou que entraria com uma ação para suspender a contagem de votos no Estado até que seja dado acesso para observar o processo de apuração. O gerente de campanha, Bill Stepien, alegou que a equipe de Trump não teve “acesso significativo” para observar a abertura das urnas em vários locais.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Donald TrumpJoe Bideneleições2020EUA