Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

TSE torna Pezão inelegível até 2022

Equipe BR Político

O Plenário do TSE por maioria de votos, determinou a cassação, com a consequente declaração de inelegibilidade, do ex-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e de seu vice, Francisco Dornelles, por abuso de poder político e conduta vedada praticados nas Eleições de 2014. As informações foram divulgadas pelo TSE.

Como a lei estipula que a inelegibilidade vale até as eleições que ocorrerem oito anos após o pleito onde houve a irregularidade, Pezão fica inelegível até 2022. A defesa do ex-governador ainda pode recorrer ao próprio TSE ou ao STF. Pezão está preso desde novembro do ano passado, quando ainda era governador, e é réu na Operação Lava Jato.

Tudo o que sabemos sobre:

PezãoInegelívelTSE2022