Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tucano preso com R$ 5 mi em dinheiro vivo

Vera Magalhães

O PSDB paulista agora tem um “Geddel” para chamar de seu. As fotos dos R$ 5 milhões em dinheiro vivo, entre notas de reais e dólares, apreendidos na casa do prefeito tucano de Mongaguá, Artur Parada Prócida, farão a festa dos adversários na campanha.

Apenas Márcio França não poderá ser muito ativo nas críticas: Prócida é de sua região, o litoral paulista, e faz parte de um grupo de tucanos mais próximos do governador que de João Doria Jr. / V.M.