Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Tudo pode piorar’

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Para o ex-senador Cristovam Buarque, as perspectivas políticas pioraram por conta do rompimento e briga entre Jair Bolsonaro e Sérgio Moro. Para o ex-ministro da Educação, essa desavença pode acabar se reproduzindo na disputa presidencial de 2022.

“Tudo pode piorar: até semana passada havia o risco de o segundo turno de 2022 ser entre um ou outro extremo do leque partidário, agora há o risco de escolhermos entre um ou outro nome do mesmo bloco de extremo político”, avalia Cristovam.

Tudo o que sabemos sobre:

cristovam buarqueMoro x Bolsonaro