Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Tuíte de Bolsonaro fez parte de acordo

Gustavo Zucchi

Em meio a uma crise de desconfiança entre os Três Poderes, o presidente Jair Bolsonaro cumpriu ao menos parte do que foi acordado com o Legislativo. O tuíte de Bolsonaro na noite da última terça-feira, garantindo que não negociou a manutenção dos vetos ao Orçamento impositivo, foi combinado previamente. A intenção era mostrar para a população que não há “chantagem” entre Parlamento e Planalto. “Tuíte de Bolsonaro restabeleceu o que combinamos. O Orçamento é do Executivo”, disse o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

O presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia Foto: Dida Sampaio/Estadão