Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Um ano depois, delação no telhado

Vera Magalhães

Um ano depois da explosão do escândalo da J&F, que implicou o presidente Michel Temer, as delações dos irmãos Joesley e Wesley Batista, controladores do grupo, e de executivos ligados a eles continua no telhado: o ministro Edson Fachin terá de decidir ou submeter ao plenário do STF os pedidos do Ministério Público Federal de revogação dos acordos.

Por se tratar de uma questão-chave para o futuro das delações –sua atratividade, sua extensão e o grau de controle maior sobre os termos dos acordos versus as provas apresentadas — é urgente que isso seja decidido pelo relator da Lava Jato. / V.M.

Tudo o que sabemos sobre:

delaçãoJ&Fjoesley batistawesley batista