por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Um escapa, outro não

Marcelo de Moraes

Se houver quórum no pós-feriadão, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados deverá arquivar o pedido de processo de quebra de decoro do deputado Jean Wyllis (Psol-RJ) apresentado pelo PR.

Já o deputado João Rodrigues (PSD-SC) terá destino diferente. O pedido contra ele será aceito e seu mandato parlamentar está com os dias contados. Mas não é uma surpresa. Afinal, Rodrigues está preso pela acusação de ter cometido fraudes.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Conselho de Ética