Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Um hacker que age ‘pela causa’?

Vera Magalhães

A Polícia Federal não acredita que Walter Delgatti Neto, o Vermelho, hacker que confiou ter acessado mensagens de várias autoridades no aplicativo Telegram, inclusive dos procuadores da Lava Jato, tenha agido “pela causa”, sem receber pelo serviço, informa Merval Pereira em sua coluna no Globo. De acordo com o colunista, a PF diz que o perfil de Delgatti mostra que ele não tem nenhuma ideologia definida, e que a narrativa que o transforma de hacker em uma espécie de “whistleblower” –informante que age para alertar a sociedade sobre alguma irregularidade que lhe interessa– é uma estratégia da defesa.

“No caso presente, se Walter Delgatti insistir nessa versão fantasiosa, a Polícia Federal poderá usar seu Telegram para confronta-lo com as conversas que teve com Manuela d’Ávila e Glenn Greenwald”, diz o colunista.