por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Um novo alvo dentro do governo

Marcelo de Moraes

Daqui a dez dias, os deputados deverão receber em audiência na Câmara representantes da Caixa, Banco do Brasil, BNDES, Petrobrás e Correios para falar como ficarão os patrocínios culturais que essas empresas bancaram ou ainda bancam, segundo informa a Coluna do Estadão. O requerimento para a audiência teve apoio até do PSL, partido de Jair Bolsonaro.

Embora o discurso de austeridade seja ecoado pelos corredores do Congresso, a possibilidade de fechamento das torneiras dos patrocínios e incentivos dados por essas instituições estão causando desconforto. Já houve tempo em que boa parte dos clubes de futebol conseguiu publicidade generosa da Caixa para estampar em seus uniformes. O negocio podia ser até interessante em termos de marketing para a empresa. Mas alguns desses apoios foram decididos com canetadas políticas, como aconteceu quando a Caixa patrocinou times de futebol do Rio Grande do Norte por influência do ex-presidente da Câmara e ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves, que é desse Estado.

Tudo o que sabemos sobre:

Câmara dos Deputados