Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Uruguai adia resultado de eleições

Vera Magalhães

Diante de uma vitória estreita do senador conservador Luis Lacalle Pou, a Justiça Eleitoral do Uruguai adiou o anúncio do resultado oficial do segundo turno das eleições presidenciais, realizado neste domingo, e o vencedor só deve ser conhecido no meio da semana. Apuradas 100% das urnas, Pou, do Partido Nacional, teve uma vantagem de 28 mil votos em relação a Daniel Martínez, da governista Frente Ampla (uma diferença de 1,2% apenas).

A diferença é menor do que os 35 mil “votos observados”, denominação que se dá no sistema eleitoral uruguaio a 35 mil votos de pessoas que de alguma maneira trabalham nas eleições. A recontagem de votos não desanimou Pou, que disse considerar sua vitória “irreversível”.

As eleições uruguaias ocorreram em clima de normalidade, em contraste com a situação de países vizinhos, como Chile, Peru, Bolívia e até a Colômbia, que têm registrado violentas manifestações populares nos últimos meses, algumas delas, como na Bolívia e no Peru, relacionadas a problemas de ordem político-eleitoral.