Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Vacina contra covid-19 ‘talvez nunca exista’, diz OMS

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O banho de água fria veio nesta segunda, 3, da Organização Mundial da Saúde. O diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que vacina ou cura para a covid-19 podem nunca existir.

Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom, durante coletiva de imprensa para atualização da situação da covid-19 Foto: Fabrice Coffrini/Pool via REUTERS/File Photo

“Não existe bala de prata no momento e talvez nunca exista”, disse o diretor-geral. Ele acrescentou que, até o momento, há imunizações na última fase de testes, mas existe a possibilidade de que nenhuma dessas ofereça proteção da forma esperada. Segundo a organização, são 25 vacinas já sendo testadas em seres humanos, sendo 6 delas na chamada fase 3 – os últimos ensaios antes da conclusão.

“Há preocupação de que talvez não tenhamos uma vacina que funcione. Ou que a proteção oferecida possa durar apenas alguns meses, nada mais”, disse. No entanto, afirma, ainda existe esperança e que os estudos estão sendo desenvolvidos a uma velocidade sem precedentes. De acordo com a entidade, estudos sorológicos mostram que menos de 10% desenvolveram anticorpos contra o novo coronavírus. O índice pode ser maior entre profissionais de saúde.

A líder técnica de resposta à doença da OMS, Maria Van Kerkhove, afirmou que 0,6% das pessoas infectadas por coronavírus morrem. “Pode parecer que não é muito. Mas é um número bem alto, se você pensar num vírus que transmite com facilidade”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Covid-19OMSvacina