Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Vacina é mais barata do que prorrogar auxílio, diz presidente do BC

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na avaliação do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, neste momento, o investimento federal em vacinas contra a covid-19 é mais barato do que prolongar programas de transferência de renda para o combate aos impactos da pandemia, como o auxílio emergencial.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto Foto: Amanda Perobelli/Reuters

“Há uma corrida na disputa por vacinas. Quem terá a vacina primeiro e como poderá ser feita a logística. Isso muda todos os dias. Eu acho que o investimento na vacina agora é mais barato do que prolongar transferências diretas. Todos estão concentrados nas vacinas, nós e o mercado também”, disse em evento GZERO Latam Forum 2020, promovido pela B3 e pela Eurasia.

Campos Neto acredita que nos primeiros meses de 2021 a pandemia ainda deixará impactos negativos na economia.

“O mercado estava indo na direção de deixar de falar dos incentivos e falar mais na dinâmica das vacinas. A alta dos casos nas últimas semanas coloca em questão o impacto disso no crescimento do primeiro trimestre”, disse.