Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Valeixo declara que Bolsonaro queria diretor ‘com mais afinidade’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Em depoimento prestado na sede da Polícia Federal, em Curitiba, sobre eventual interferência do presidente Jair Bolsonaro na corporação, o ex-chefe da PF Maurício Valeixo afirmou nesta segunda, 11, que o presidente Jair Bolsonaro lhe disse que queria um diretor-geral com quem tivesse mais “afinidade”, apesar de de o chefe do Planalto ter dito que não teria “nada contra a sua pessoa”. A oitiva começou às 10h e até 16h20 não havia terminado.

O ex-diretor-geral da PF Mauricio Valeixo

O ex-diretor geral da PF Mauricio Valeixo Foto: Denis Ferreira Neto/Estadão

O depoimento de Valeixo foi determinado pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, relator da investigação que apura as acusações feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro a Bolsonaro quando anunciou sua saída do governo. Atendendo a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, o decano da Corte também determinou oitivas de outros quatro delegados, três ministros e da deputada Carla Zambelli (PSL-SP).