Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Valorização do salário mínimo pode voltar ao debate?

Gustavo Zucchi

A política de reajuste do salário mínimo pode ser um o primeiro “embate” entre Congresso e governo em 2020. Já tem líder falando em rever o aumento para os próximos anos com um valor acima da inflação. Por exemplo, o líder do Podemos, José Nelto (GO), defende que o valor seja reajustado com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) dos últimos doze meses mais a taxa de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos atrás. Haveria ainda um piso de 1% para o reajuste. Caso essa proposta estivesse em vigor, o salário mínimo deste ano seria de R$ 1.050.

A mudança foi sugerida por Nelto no ano passado, durante os debates sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias, mas o governo conseguiu barrar. Agora, o líder promete tentar reacender o debate em 2020. “Queremos aumento real para o trabalhador. O Podemos tem compromisso com a responsabilidade fiscal e orçamentária do país, mas essa conta não pode ser paga por quem ganha menos”, dosse Nelto. A Lei Orçamentária Anual estipulou que o salário mínimo ficaria em R$ 1.039, mas uma medida provisória enviada pelo governo no início do ano legislativo deve colocar este valor em R$ 1.045.

Tudo o que sabemos sobre:

José Neltosalário mínimo