Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Vazamento pode anular decisões?

Equipe BR Político

A divulgação de supostas mensagens trocadas entre o ex-juiz Sérgio Moro e a força-tarefa da Lava Jato deixou ministros do STF alarmados, segundo escreveu Tales Faria em seu blog no UOL. De acordo alguns dos ministros, o material talvez não possam ser usadas para condenar Moro ou os procuradores em algum processo. Mas, mesmo sobre isso, não há consenso entre eles. No entanto, eles avaliam que a revelação das mensagens pode, sim, servir para anular alguns dos processos ali tratados. É o caso, por exemplo, do processo sobre o tríplex no Guarujá, em que a Lava Jato acusa o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ter recebido o imóvel como propina.

O vazamento deve ser motivo de uma nova contradição na Corte. A heterodoxia de Moro no caso da Lava Jato não agrada parte dos ministros já há algum tempo. Mas os defensores da operação Lava Jato têm formado maioria até agora, o que serviu para blindar Moro e os procuradores. A expectativa agora é de que a divulgação das mensagens mexa com as posições de alguns dos ministros. Especialmente Rosa Weber, Celso de Mello e Cármen Lúcia. Se isto ocorrer, Lula e demais acusados da Lavo Jato passam a ter novas esperanças.