Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Vem aí o Meu Aluguel, Minha Vida?

Equipe BR Político

O governo estuda mudanças no Minha Casa, Minha Vida, relatou ao Estadão o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. A principal delas atinge as faixas mais pobres, em que os beneficiários deverão passar a pagar um aluguel com valor simbólico, e não mais obter subsídio para a compra dos imóveis.

Segundo o ministro, um estudo no programa, criado no governo Lula, mostra que o maior número de irregularidades se concentra nas faixas 1 e 1,5, justamente as que atendem as pessoas mais pobres. Teria sido constatada uma grande incidência de pessoas que vendem os imóveis posteriormente a obter a propriedade. Também está em estudo instituir regras mais duras para o financiamento na faixa 1,5, para reduzir a taxa de inadimplência.