Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Vereadores rejeitam pedido de impeachment contra Crivella

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro rejeitou nesta quinta-feira, 17, a abertura de processo de impeachment contra o prefeito da capital fluminense Marcelo Crivella (Republicanos) por 24 votos a 20. O pedido, feito pelo PSOL, foi o quinto apresentado e o quarto rejeitado desde o início da gestão de Crivella. A motivação do pedido analisado hoje era a suspeita de envolvimento do prefeito em um “QG da Propina” montado na administração municipal. O prefeito era acusado de desviar verbas públicas e praticar improbidade administrativa e crime de responsabilidade por conta da investigação.

A Camara Municipal do Rio de Janeiro

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro Foto: WIlton Júnior/Estadão

O pedido foi apresentado na terça-feira, 15, em votado nesta quinta em sessão semipresencial. Para iniciar o processo, a oposição na Câmara precisaria obter maioria simples. Dos 51 vereadores, seis não participaram da sessão e o presidente da Casa, Jorge Felippe (DEM), não votou por ser o condutor dos trabalhos. O último processo votado pelos vereadores foi rejeitado no início de agosto. Em 2019, a Câmara Municipal chegou a aprovar um processo de impeachment contra Crivella, mas o prefeito foi mantido no cargo ao final.

Tudo o que sabemos sobre:

impeachmentMarcelo Crivella