Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Villas Bôas: sem risco à democracia

Equipe BR Político

O general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército e hoje assessor especial da Presidência, afirma em entrevista a O Globo que não vê nenhum risco de ruptura da democracia. “O Brasil hoje é um país que conta com instituições amadurecidas, portanto dispensa o uso de mecanismos não constitucionais”, disse ele, quando questionado sobre declarações recentes como as de Eduardo Bolsonaro de que poderia haver um “novo AI-5”. Ele disse que “fomos repetidamente colocados à prova. Não vejo nenhum risco.”

Na entrevista, a primeira de uma série sobre a década de rupturas encerrada agora, Villas Bôas revê episódios como o do impeachment de Dilma Rousseff. Confirma que houve sondagem por parte de parlamentares de esquerda a respeito de como o Exército reagiria em caso de decretação de Estado de Emergência, mas negou que a ex-presidente tenha cogitado adotar a medida.