Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O tributo de Villas Bôas ao soldado morto em ato terrorista

José Fucs

O general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército, não deixou passar em branco o “aniversário” de 50 anos da morte do soldado Mário Kozel Filho, em atentado terrorista promovido pela grupo Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), no qual atuava a ex-presidente Dilma Rousseff.

“Há 50 anos, em um ato terrorista perpetrado contra o quartel-general do então II Exército em São Paulo, faleceu, com apenas 18 anos, o Soldado Mário Kozel Filho”, afirmou Villas Bôas em sua página no Twitter, na quarta-feira, 27. “Nossos heróis serão sempre lembrados. Kozel, o lhe presta continência! !”