Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Visita em hora ruim

Equipe BR Político

Na análise do sociólogo argentino Carlos De Angelis no Estadão desta sexta-feira, 7, apesar de esperada, a visita do presidente Jair Bolsonaro ao presidente da Argentina, Maurício Macri, não veio em boa hora. E são dois os motivos: a crise econômica que o país vizinho enfrenta e os questionamentos sobre a candidatura de Macri à reeleição.

Sobre a eleição argentina, o colunista comenta que “as declarações tendendo para a direita só conseguem sensibilizar uma faixa pequena dos eleitores de Macri. O restante prefere que ele se aproxime de um espaço mais centrista e próximo de um progressismo liberal, com temas como o aborto”.