Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Volta às aulas em SP será definida após nova testagem de alunos

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Mais uma vez, a retomada das aulas na rede pública e privada da cidade de São Paulo é incerta. Durante a coletiva de imprensa desta quinta-feira, 27, o prefeito da Capital paulista, Bruno Covas (PSDB), não descartou que a volta às salas de aula ocorra apenas em 2021.

Inquérito sorológico colheu amostras de crianças e adolescentes da cidade de São Paulo Foto: Alex Silva/Estadão

Isso porque, a Prefeitura aguarda a realização da nova testagem para anticorpos do novo coronavírus em crianças e adolescentes das redes pública e privada, o que deve ocorrer até o dia 15 de setembro. “A partir dessa terceira fase (do inquérito sorológico), a Prefeitura vai decidir se teremos ou não o retorno das aulas neste ano na cidade”, declarou Covas.

Inicialmente, havia uma previsão de volta das aulas presenciais em 7 de outubro, conforme estabelecido pelo governo estadual. Municípios, no entanto, têm autonomia para decidir se aderem ou não à data proposta.

Nesta tarde, a Prefeitura divulgou os resultados do segundo inquérito sorológico em estudantes da rede municipal de 4 a 14 anos, o qual apontou que 18,3% têm anticorpos para o vírus, ou seja, 123.694 crianças e adolescentes desse grupo já foram contaminados. Do total, 69,5% foram assintomáticos, porcentual considerado alto e que preocupa o Município, que vê os estudantes como possíveis vetores silenciosos de disseminação da doença em um momento de estabilização local da pandemia.