Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Voluntarismo ideológico

Equipe BR Político

Enquanto Jair Bolsonaro reverencia Donald Trump e Binyamin Netanyahu em viagens internacionais que rendem polémicas diplomáticas, assiste impassível à briga entre o guru Olavo de Carvalho e os militares de seu governo, observa Eliane Cantanhêde em sua coluna nesta terça-feira, no Estadão. A colunista questiona o fato de o presidente não decidir nem a barafunda em que se transformou o Ministério da Educação nem sair em defesa dos generais, achincalhados por Carvalho. “A guerra entre “olavetes”, militares e técnicos não é exclusiva do MEC, mas sim uma realidade no governo, com algumas exceções, como Economia e Justiça. O Brasil está assistindo a essa guerra intestina a céu aberto, à luz do dia, sem que o presidente da República arbitre.”

Tudo o que sabemos sobre:

Olavo de CarvalhoJair Bolsonarogenerais