Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Votação sobre autonomia do BC é adiada

Equipe BR Político

Parlamentares presentes nesta terça-feira, 11, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado fizeram um pedido coletivo de vista para o relatório que trata de duas emendas ao projeto de lei sobre a autonomia do Banco Central. A vista coletiva foi concedida, por isso, a votação foi adiada. A expectativa é de que a questão seja recolocada em discussão na próxima terça-feira.

Edifício-Sede do Banco Central do Brasil em Brasília

Edifício-Sede do Banco Central do Brasil em Brasília Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

As emendas foram apresentadas pelos senadores Eduardo Braga (MDB-AM) e Tasso Jereissati (PSDB-CE). Nos dois casos, a intenção era estabelecer um mandato duplo para o Banco Central: controle da inflação e crescimento da economia.

Na abertura dos trabalhos da CAE, o senador Telmário Mota (PSDB-AM) emitiu parecer contrário às duas emendas. Em sua argumentação, Mota afirmou que “a literatura e a experiência internacional demonstram que a melhor maneira de qualquer BC contribuir para o crescimento econômico e o emprego é manter a inflação baixa, estável e previsível”.