Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Wanderson calcula: número de casos de covid no Brasil é 6 vezes maior

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ex-secretário da Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde Wanderson Oliveira participou de uma live com o biólogo Átila Iamarino na noite de domingo, 7, em que ele afirma que o Brasil deve ter entre 3,5 e 4 milhões de casos de covid-19. Segundo os números das secretarias estaduais de Saúde, o País tem 691.758 casos confirmados da doença.

Wanderson Oliveira participou de bate-papo com o doutor em microbiologia, Átila Iamarino

Wanderson Oliveira participou de bate-papo com o doutor em microbiologia, Átila Iamarino Foto: Reprodução

“Digo isso porque os testes são ruins. Esses testes sorológicos são ruins e se torna pior usando a punção digital. Devia ser punção venosa. Não deveria ser usado na ponta do dedo”, explica o ex-secretário sobre a diferença exorbitante entre os números. Segundo o epidemiologista, o número real de casos no País só será revelado quando houver um teste sorológico confiável.

Wanderson afirmou que mesmo após a sua saída da pasta, ele continua acompanhando a evolução da pandemia no Brasil. “Os números seguem crescendo. Diria que a gente está no quarto final da montanha. Mas pode ser que ela tenha um platô ou já descer. Tão problemático quanto chegar no pico é quanto tempo ficaremos lá”, afirmou o ex-secretário.

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, Extra, G1 e UOL decidiram formar uma parceria e trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal.