por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Weintraub dá versão de ‘telefone sem fio’ do recuo

Gustavo Zucchi

Após mais de quatro horas de sessão, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, finalmente falou sobre o imbróglio do recuo no contingenciamento. Ele admitiu que recebeu a ligação do presidente Jair Bolsonaro, mas disse que a confusão aconteceu porque os parlamentares não ouviram toda a conversa.

“Falei para o presidente que não tem corte, mas contingenciamento. Que quem fez isso foi o Ministério da Economia e eu tenho que me adequar”, disse. “Fui lá no Planalto à noite é conversei com o presidente. Se a receita volta, vida que segue. Ele falou a verdade. Não fazemos contingenciamento porque a gente quer”, completou.

Tudo o que sabemos sobre:

Abraham WeintraubJair Bolsonaro