Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Weintraub diz que afirmação de Maia sobre banco é ‘mentira’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub respondeu às declarações do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre seu trabalho no Banco Votorantim.

O ministro Abraham Weintraub no Palácio do Planalto

O ministro Abraham Weintraub no Palácio do Planalto Foto: Adriano Machado/Reuters

Ao ser informado sobre a indicação de Weintraub para o Banco Mundial, Maia disse: “Não sabem que ele trabalhou no Banco Votorantim, que quebrou em 2009. Ele era um dos economistas do banco”.

“Digo apenas que o Banco Votorantim NUNCA quebrou e que existe até hoje. A afirmação dele é uma MENTIRA. Tive a honra de trabalhar lá. Comecei como liquidante (boy) e cheguei a diretor estatutário. Fui economista chefe, ranqueado várias vezes no Top5”, afirmou Weintraub.

Numa outra publicação, em seguida, escreveu: “Trabalhei no Votorantim por 18 anos. O Banco existe até hoje. NUNCA QUEBROU! Atualmente invisto em títulos da dívida dessa instituição por acreditar em sua solidez e seriedade. Espalhar Fake news sobre a solvência de uma instituição financeira é muito grave”.

Weintraub trabalhou no Banco Votorantim, hoje rebatizado de BV Financeira, por 18 anos. Após ser demitido, foi para a Quest Investimentos na tentativa de gerir ativos de Estados e municípios entre 2014 e 2015, ideia que acabou naufragando pela falta de clientes e investidores. A BV hoje é controlada pelo Banco do Brasil e pela família Ermírio de Moraes, desde 2009.

Tudo o que sabemos sobre:

Abraham WeintraubRodrigo Maia