Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Weintraub: Fundeb precisa parar de pé

Vera Magalhães

Abraham Weintraub disse que o Ministério da Educação vai encaminhar ao Congresso um projeto próprio para substituir o Fundeb, que “vence” no fim do ano. Ele afirmou que a proposta de financiamento da educação básica precisa “parar de pé”, ter “funding”, pois não se pode apenas aumentar recursos sem ter uma destinação clara e sem que haja recursos apontados no Orçamento.

Ministro da Educação, Abraham Weintraub

Ministro da Educação, Abraham Weintraub Foto: Pedro França/Agência Senado

Na audiência pública da qual participa na Comissão de Educação do Senado, afirmou que a proposta tal como vem sendo desenhada pelo Congresso não para em pé porque ela é “cíclica”, ou seja, os recursos aumentam à medida que a economia melhora. Segundo ele, tem de haver previsões orçamentárias justamente quando a economia vai pior, porque é nessa hora que a demanda por educação pública aumenta.

“Por isso vamos mudar. Não é só jogar dinheiro. Não é só jogar dinheiro, não vamos aumentar imposto. Tem países que gastam menos e têm desempenho melhor que o Brasil”, disse o ministro.