Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Weintraub ‘recusa-se a acreditar’ que foi multado por não usar máscara

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, que anda meio na corda bamba no cargo, ficou indignado ao saber que será multado por ter participado de uma manifestação sem utilizar uma máscara de proteção. “Recuso-me a acreditar que seja verdade”, disse em seu Twitter. “Não fui notificado. Parece que fui o único a ser multado até hoje”, reclamou.

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

No último fim de semana, o atual titular do MEC se juntou à militância na Esplanada dos Ministérios. Ele distribuiu abraços, tirou foto e provocou aglomerações. Além disso, aproveitou para reforçar a polêmica criada na reunião ministerial do dia 22 de abril. “Eu já falei a minha opinião, o que eu faria com vagabundo”, disse, sem deixar claro a quem se referia. Na reunião, que acabou virando pública após divulgação de um vídeo com as falas, Weintraub xinga os ministros do Supremo Tribunal Federal e cogita “prender” os membros da Corte.

O ministro foi multado em R$ 2 mil pelo Governo do Distrito Federal. O uso de máscara é item obrigatório desde o dia 30 de abril, como parte das medidas de prevenção contra o coronavírus. Segundo mostrou o Estadão nesta segunda-feira, 15,  Weintraub deve ser demitido do cargo como forma de tentar apaziguar a situação entre o Planalto e o STF.