Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Weintraub tenta imitar o chefe?

Equipe BR Político

Depois de uma sequência de postagens no mínimo malcriadas na redes sociais, com ofensas diretas contra seguidores, e de comentários antirrepublicanos durante o feriado de 15 de novembro, o presidente Jair Bolsonaro está sendo pressionado para enquadrar o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha, parlamentares aliados já reclamaram dele e até integrantes da equipe de governo acreditam que o ministro cria conflitos e ruídos desnecessários. Um dos motivos disso seria a intenção de Weintraub de imitar o estilo polêmico do presidente.

Integrantes do governo acreditam que o ministro cria conflitos e ruídos desnecessários com postagens nas redes sociais Foto: Dida Sampaio/Estadão

Bolsonaro, no entanto, segue com demonstrando apreço pelo auxiliar. Não defende sua atuação nas redes sociais, mas elogia o desempenho. Contudo, um sinal recente mostra que Bolsonaro não quer ideologizar ainda mais a pasta: a transferência da Secretaria da Cultura, que estava no Ministério da Cidadania, para o Turismo — e não para o da Educação, como estava previsto.