Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Witzel acusa Dodge de ‘politizar’ caso Marielle

Equipe BR Político

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), condenou a proposta da ex-procuradora-geral Raquel Dodge de federalizar as investigações do assassinato da ex-vereadora Marielle Franco e seu motorista. “Registro a mais absoluta discordância com o pedido de federalização. Com todo respeito à Raquel Dodge, ela está politizando a situação. Será que a Polícia Federal vai ser melhor que a Polícia Civil?”, questionou Witzel, que participou da abertura do 1° Encontro Nacional dos Diretores de Departamentos de Homicídios das Polícias Civis, realizado na Academia de Polícia Sylvio Terra (Acadepol), no Rio, informa o Broadcast Político.

Além disso, Dodge solicitou a investigação do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Rio Domingos Brazão como suspeito de ser mandante e o denunciou à Justiça por obstrução. “Tenho respeito pelos delegados de Polícia Federal, mas sabem investigar lavagem de dinheiro, tráfico internacional, corrupção. A PF não tem expertise nenhuma na investigação de crimes de homicídio”, prosseguiu o governador. “Será que a Polícia Federal tem mais capacidade técnica do que as polícias para investigar? A PF não tem departamento de homicídios”, questionou.

Tudo o que sabemos sobre:

Wilson WitzelRaquel DodgeMarielle Franco