Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Witzel nomeia em secretaria réu aliado de pastor

Equipe BR Político

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), nomeou o ex-deputado federal André Moura (PSC-SE), aliado do Pastor Everaldo, presidente da sigla, como secretário Extraordinário de Representação do Governo do Rio em Brasília, informa O Globo. A ficha de Moura é longa: nas três ações penais das quais é réu pelo STF, ele é investigado por crimes como formação de quadrilha, improbidade administrativa, crime de responsabilidade, peculado e desvio. Ele também é investigado pela Operação Lava Jato, sob suspeita de atuar em conjunto com outros aliados de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para chantagear o grupo Schahin. Moura também teve suas contas de campanha de 2006, para deputado estadual, e de 2014, para deputado federal, desaprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE). Há ainda um inquérito na Corte que apura suposta tentativa de homicídio.

Witzel, um ex-magistrado cuja bandeira de campanha foi o combate à corrupção, respondeu à publicação que “o secretário não possui condenação e está se defendendo nas instâncias superiores”.

Tudo o que sabemos sobre:

Wilson WitzelAndré Moura