Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Witzel repudia ataque ao Porta dos Fundos

Equipe BR Político

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), afirmou nesta quinta-feira, 26, que seu governo é contra “qualquer manifestação de violência contra quem quer que seja”, em referência ao ataque à sede do canal de humor Porta dos Fundos, ocorrido na última terça-feira, 24, no Rio. Segundo o Broadcast Político, o governador repudiou o atentado e afirmou que o caminho correto para buscar a reparação de eventuais danos causados por um conteúdo “é o Poder Judiciário, não a violência.”

Após o atentado, a Polícia Civil do Rio criou uma espécie de força-tarefa para investigar o caso, que está sendo tratado como crime de explosão e tentativa de homicídio. Segundo o delegado titular da 10ª DP, Marco Aurélio de Paula Ribeiro, é verídico o vídeo que circulou nas redes sociais em que integrantes do grupo que se autodenomina Comando de Insurgência Popular Nacionalista da Grande Família Integralista Brasileira aparecem mascarados e leem um manifesto enquanto imagens do ataque à sede do canal com coquetéis Molotov são exibidas. Sua autoria, entretanto, ainda está sendo investigada.

Em nota, a Frente Integralista Brasileira (FIB) afirmou que desconhece o grupo do vídeo. “O grupo em questão é desconhecido pela FIB e não possuímos com ele qualquer relação. Não temos certeza sobre a autenticidade do vídeo, e por isso não descartamos a possibilidade de ter sido um material forjado com o fim de incriminar os Integralistas. (…) Entre os Integralistas, é proibido o uso de máscaras para fins de militância”.