Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

XP/Ipespe: Covas se mantém com 48% e Boulos sobe a 41%

Cassia Miranda

Exclusivo para assinantes

Na reta final da campanha em segundo turno, pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta quinta-feira, 26, mostra um avanço de nove pontos do candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, entre a semana passada e a atual. Enquanto isso, o prefeito Bruno Covas (PSDB) se manteve com a mesma pontuação. O candidato à reeleição segue na liderança, com 48%, sete pontos a mais do que o adversário, que soma 41%. A margem de erro é de 3,5 pontos. No limite os dois estão tecnicamente empatados.

Os candidatos no segundo turno em São Paulo Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL)

Os candidatos no segundo turno em São Paulo Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL) Foto: Nelson Almeida/AFP e Felipe Rau/Estadão

Considerando os votos válidos – que exclui brancos e nulos -, critério usado pela Justiça Eleitoral na divulgação dos resultados, o placar fica em 54% para Covas e 46% para Boulos.

O crescimento do candidato de esquerda ocorreu justamente na paralela da diminuição do número de eleitores que dizem que vão votar nulo, em branco e indecisos. Os que pretendiam anular ou apertar a tecla “branco” no próximo domingo eram 15%, nos dias 16 e 17, agora são 8%. Indecisos oscilaram de 5% para 3%.

O Ipespe também perguntou sobre em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Boulos lidera em rejeição. Segundo o instituto, 42% dizem que não votariam nele para prefeito de São Paulo. A taxa de Covas é 34%. Há ainda 7% rejeitam os dois.

Sob encomenda da XP Investimentos, o Ipespe ouviu 800 eleitores de São Paulo, por telefone, entre os dias 24 e 25 de novembro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95,45%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação SP-09138/2020.