Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Zema diz que ajuda do governo é ‘insuficiente’ para MG

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), afirmou nesta quinta-feira, 28, que a ajuda financeira aos Estados e municípios, sancionada hoje pelo presidente Jair Bolsonaro, é “muito bem-vinda, apesar de insuficiente”. O projeto prevê repasse de R$ 2,994 bilhões. Esse valor pode ser usado livremente.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema Foto: Werther Santana/Estadão

O socorro total do governo é no valor de R$ 60 bilhões. Desse montante, R$ 10 bilhões serão para ações de saúde e assistência social (R$ 7 bilhões para Estados e Distrito Federal e R$ 3 bilhões para municípios) e R$ 50 bilhões para compensação da queda de arrecadação (R$ 30 bilhões serão para Estados e DF e R$ 20 bilhões para os municípios).

A reclamação de Zema sobre o valor é por afirmar que o montante não é suficiente para compensar a quada de arrecadação no Estado. Em junho, a previsão do governo é de que a queda vai girar em torno de R$ 2 bilhões.

“Sancionado o projeto do Governo Federal de socorro aos estados. A ajuda é muito bem-vinda, apesar de insuficiente frente à grande queda de arrecadação em Minas Gerais. Seguimos na luta!”, escreveu Zema no Twitter.